quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Minha Trajetória na Matrix e Fechamento de Julho Positivo

Estou bastante feliz por ter fechado mais um mês no azul.

AÊÊÊÊÊÊÊÊ!

UHUUUUUU!

É sério!

Não fechar no negativo (gastando menos do que ganhei) pode parecer tão simples pra 115,23% dos membros da blogosfera! Mas pra mim, que sempre, SEMPRE, SEMPRE ficava no negativo, gastando mais do que ganhava, minguando TODO mês, é uma conquista bem importante!

AHHHHH!



Desculpem a explosão, hehehehehe

Aplicando métodos consistentes de economia...
Explicados no blog, venho conseguindo POUPAR de verdade hehe

Cada mês que passa, consigo baixar ainda mais minhas despesas. Dá pra ver então como eram incrivelmente altas. Eu chegava a gastar com alimentação quase R$ 2000,00 (isso mesmo, colegas, 2000 absurdos de reais!) com ALIMENTAÇÃO (Pois é...)

Tudo começou quando eu morava fora de meu estado, mas também mantinha uma casa na minha terra, e mantinha também a casa de meus pais... e queria ter um padrão de vida como se eu só tivesse uma casa! Queria morar bem, comprar ótimos eletrodomésticos para casa (eu tinha DOIS ar-condicionados!), minha conta de energia vinha mais de 300 reais, só queria fazer mercado nos melhores e mais chiques da cidade, gastava horrores com saidinhas e passeios, comprei carro sem poder, viagens e mais viagens de avião pra visitar a família... e por aí vai.
Quando o salário não dava... CARTÃO;
Quando chegava a fatura... CHEQUE ESPECIAL;
Salário entrava... só dava pra cobrir o rombo;
E as despesas do mês? MAIS CARTÃO.

Até que eu descobri uma manobra muito ""legal"", o banco me permitia pagar a fatura de um cartão...


...com outro cartão!!!



Meu argumento pra isso: "Ah, vou juntar muitas milhas, e no final vai compensar!"

Não compensou


Quando não tinha mais cartão pra pagar os cartões... Recorri a outra ferramenta muito """útil""", o empréstimo consignado, direto no contra-cheque.
Pra pagar as dívidas com juros mais altos e poder me equilibrar, SQN.
Continuei gastando mais do que ganhava.

Agora imaginem a situação da pessoa aqui: Cheio de dívida, por que? Por gastar mais do que ganhava, pois o salário não era suficiente para cobrir minhas despesas. Qual a solução que eu achei que seria boa? Diminuir o salário, isso mesmo!!! Essa vai pros melhores momentos do "Bola Murcha da Blogosfera!"

Foi tanto consignado que eu já era cliente VIP da financeira!

    <<< Se você vir alguém com uma dessas... já sabe!


Só não fazia mais empréstimos, porque a margem consignável já tava no limite!!!

Uma hora a bomba ia explodir...



E imaginem só...  explodiu bonito!

Contas atrasadas, sem dinheiro pra pagar.... fui forçado a negociar TUUUDO, diminuir as despesas, e finalmente tomar a decisão correta, como diria Robert T. Kiyosaki: Percebi o buraco, e PAREI DE CAVAR.

Vendi o carro, comprei um usado bem antigo, só pra não ficar a pé, e usei a diferença pra quitar algumas dívidas. Negociei outras. Fui literalmente forçado a abrir mão do estilo de vida legal que eu tinha, e me acostumar ao novo padrão de vida. Mas foi necessário. Continuei ajudando minha família, pois isso era, e é, essencial. Desci apenas o meu padrão, e fiz alguns ajustes nas ajudas.

Mas ainda eu atuava de forma modesta, pois TODO mês ficava no negativo, bem menos que antes, mas ainda ficava. Os consignados foram meu ponto fraco, pois não tinha como quitá-los antes do tempo, e sem o salário completo ficava mais difícil de me manter e retomar a vida financeira.

Durante os últimos 4 anos eu fiquei em banho maria, esperando os consignados acabarem. Nesse tempo eu comecei buscar alternativas, estudar meios de melhorar de vida. No início comecei estudando pra outro concurso, pra poder recuperar o antigo padrão de vida, e poder o quê?? Gastar mais!

Raios de Lei de Parkinson!

Voltar pra Matrix não funciona... que o diga o Cypher.



Com o tempo eu fui vendo e aprendendo que o certo não era melhorar a renda pra gastar mais, eu deveria começar aprendendo viver com menos. E continuar tentando melhorar a renda sim, mas agora pra melhorar os aportes. E aqui nos blogs eu pude ter um bom aprendizado de vida frugal.

Agora vocês entendem minha comemoração ao terminar mais um mês bem positivo. Pois estou conseguindo poupar cerca de 15% da minha renda! Pra quem estava naquela situação, é um baita resultado, e eu queria divulgar aqui, pra incentivar todas aquelas pessoas que estejam passando por algo parecido.

É possível sair dessa Matrix, e passar a controlar bem suas finanças!


Ainda faltam 2 consignados, mas esses eu vou ter o PRAZER de quitar antes do tempo, e deixar de pagar juros pra banco! Eu ainda tinha o pensamento de investir esse dinheiro poupado, mas depois de alguns cálculos, eu vi que seria um "rendimento" muito melhor quitar os empréstimos, já que eles têm juros em torno de 2 a 3% ao mês, e qualquer investidor consistente sabe que isso é um BAITA rendimento!

Etapas a serem seguidas:
1- Continuar diminuindo despesas
2 -Quitar os consignados restantes
3- Montar o colchão de emergência
4- Iniciar na Renda Fixa
5- Aportar na Renda Variável de 20 a 30%
6- Ser consistente
7- Atingir a Independência Financeira

Se Deus quiser, atingirei essas metas e registrarei aqui nesse DIÁRIO o andamento, e as histórias durante essa caminhada.

Espero que tenham gostado desse relato.

Abraço pra todos.


2 comentários:

  1. E ai Diário!

    Cara, essa sua história é a realidade de muitos brasileiros, felizmente você conseguiu abrir os olhos a tempo e está conseguindo sair do buraco! Certamente será inspiração para muitos que acompanham seu blog, mesmo que anonimamente!

    Não sei se você é casado/namora, mas em caso positivo, essa mudança de comportamento financeiro tem que ser "abraçada" (mesmo que involuntariamente) pela companheira também, se não pode ir tudo a perder!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Grande Ministro

    Esse é o propósito, ajudar as pessoas que visitam o blog a saírem de uma situação financeira difícil, ou não entrarem nela. Vou registrando aqui essa minha trajetória :)

    Ah, com certeza, esta ideia está sendo sim abraçada aqui em casa. Aos poucos, mas já está bem encaminhado, graças a Deus.

    Se não for mesmo feito por todos, é exatamente como você disse, pode ir tudo pro ralo.

    Obrigado pela ilustre visita Ministro

    Um abraço ;)

    ResponderExcluir

Entremeios

Estou há um tempinho sem postar nada, e tava meio desanimado em escrever qualquer coisa. Mas aí, sempre acompanhando a blogosfera, e o blog...